Newsletter

Deixe seu e-mail conosco para receber nossos informativos, novidades e promoções.

Uma senha sera enviada para seu e-mail
Buscar

Nenhum produto na Lista de Desejos

Nenhum produto no Carrinho

  • Home
  • Causa
  • Kate Perry revela que era proibida de interagir com gays na juventude
kate-perry

Kate Perry revela que era proibida de interagir com gays na juventude

Cantora conta que passou sua juventude em uma “bolha além da bolha”

Em entrevista para a “Vogue”, a cantora Katy Perry revelou que era impedida de interagir com pessoas gays quando estava crescendo. A cantora, que ficou famosa após o hit “I Kissed a Girl” (Eu Beijei Uma Garota, em tradução livre), falou sobre sua educação religiosa e da importância de se posicionar.

A cantora afirma que não tinha permissão para interagir com pessoas gays, mas que sua curiosidade a fez superar isso. “Eu saí do ventre fazendo perguntas, curiosa desde o primeiro dia. Estou realmente grata por isso: minha curiosidade me trouxe até aqui. Qualquer coisa que eu não entenda, vou apenas fazer perguntas sobre”, afirmou Katy Perry .

Filha de pastores evangélicos pentecostais, a cantora já deu outras declarações no passado sobre sua educação. Na entrevista, ela descreve sua juventude como “uma bolha além da bolha”. “As escolas eram realmente improvisadas. A educação não era a primeira prioridade. Minha educação começou em meus 20 anos, e há tanto para aprender ainda”, comenta Katy.

Em outras partes da entrevista, a artista  também fala sobre a importância de se posicionar a respeito de alguma coisa para não ser egoísta. “Se você tem uma voz, tem a responsabilidade de usá-la agora, mais do que nunca”, afirma.

A cantora no mundo LGBTQ

Em março deste ano, Katy foi homenageada pour grupo de defesa dos direitos civis dos LGBTQ nos Estados Unidos, o Human Rights Campaign. Ela recebeu o prêmio National Equality (Igualdade Nacional), destinado a pessoas que se envolvem publicamente com questões LGBTQ. Em seu discurso de agradecimento, ela afirmou que não há nenhuma outra comunidade que a tenha influenciado mais em quem ela é hoje e em que ela acredite mais.

Apesar de se mostrar a favor às lutas da comunidade, muitos fãs ficaram decepcionados com a revelação de que a cantora rezava pra não ser lésbica quando era jovem. “Quando eu estava crescendo, homossexualidade era sinônimo das palavras ‘abominação’ e ‘inferno’. Então, na maior parte da minha adolescência, eu rezava para não ser gay nos meus acampamentos religiosos”, disse Katy Perry no discurso.

Post a new comment